Sono é responsável por déficits de memória, hiperatividade e mudanças comportamentais nas crianças

Sono é responsável por déficits de memória, hiperatividade e mudanças comportamentais nas crianças

Crianças com o sono regulado ganham mais qualidade de vida, estão menos suscetíveis a doenças e são mais criativas

Você sabia que o mau rendimento escolar, a falta de concentração e até mesmo as notas baixas de uma criança podem estar associadas com a má qualidade do sono? Isso porque hábitos sadios de sono são essenciais para um bom desenvolvimento. Dados da Organização Mundial de Saúde (OMS) mostram que cerca de 45% da população mundial sofre com algum dos quase 100 distúrbios do sono já catalogados pela medicina.

E quando o assunto é o sono das crianças, um estudo realizado por uma universidade australiana mostra que uma em cada três crianças tem problemas de sono. E, de acordo com a mesma pesquisa, os primeiros cinco anos de vida são cruciais para ajustar a rotina de descanso do individuo. Quando a rotina não está ajustada alguns riscos podem comprometer o desenvolvimento da criança, como o déficit de atenção, hiperatividade, mudanças comportamentais e dificuldades de aprendizado na escola.

O nutrólogo J Bussade explica que o ser humano passa um terço da vida dormindo e isso é essencial para a manutenção do corpo humano. “Quando dormimos nosso sistema imune se fortalece, há a secreção e liberação de hormônios durante o sono, como o hormônio do crescimento. Dormir bem é essencial para várias funções do corpo humano, inclusive para o desempenho físico e mental, o fortalecimento do nosso sistema imunológico e desenvolvimento do corpo na fase REM do sono, que é a mais profunda”, comentou o nutrólogo.

A consultora do sono infantil, Monalizza Erlache explica que um sono de qualidade melhora a memória, o relaxamento e repouso dos músculos. Dormir bem também pode ajudar no controle de emoções, colaborar para a tomada de decisões e, até mesmo, aumentar a criatividade. Segundo ela o  ideal é o que os pais busquem informações sobre o sono do bebê o quanto antes, assim a família evita passar por eventos de privação de sono. “Entre as consequências estão desde déficits de memória e hiperatividade até irritação e mudanças comportamentais”, explicou Monalizza.

A consultora do sono infantil enfatiza que o assunto é muito importante e deve ser discutido abertamente nas famílias: “Ao entendermos sobre o sono, possibilitamos aos nossos filhos um desenvolvimento pleno e saudável”, completou Monalizza.

Confira a tabela com os horários de sono ideais para as fases da vida

O sono é sem dúvida uma das grandes preocupações para os pais, especialmente os de primeira viagem. Afinal, os hábitos sadios de sono são essenciais para um bom desenvolvimento. “Eles podem interferir na parte cognitiva, comportamental, emocional e até mesmo física da criança”, destacou o médico Paulo Lessa.

Além disso, o sono inadequado pode resultar em sonolência excessiva durante o dia, irritabilidade, frustração e perda de apetite. “Tudo isso pode ser evitado ou amenizado se os maus hábitos forem detectados ou evitados o mais cedo possível”, completou Lessa.

O médico aconselha os pais que para garantir um sono saudável e o desenvolvimento cognitivo da criança, é importante criar uma rotina. “Uma boa dica é ajustar a hora da criança ir para a cama. Reduzir o uso de telas, como tablets, smartphones e televisores, dar um banho morno, ler um livro ou ouvir uma música para relaxar e escurecer o quarto”, finalizou Paulo Lessa.

 

Fonte: Folha Vitória