Educador financeiro dá dicas para pagamento de impostos e uso do cartão de crédito

Educador financeiro dá dicas para pagamento de impostos e uso do cartão de crédito

A chegada de um ano novo é uma oportunidade para organizar a vida financeira e refletir sobre como lidamos com o dinheiro. Finanças equilibradas, inclusive, costumam estar entre as promessas de fim de ano. Com o objetivo de dar dicas sobre o assunto, a reportagem da Itatiaia, conduzida pelo jornalista Júnior Moreira, conversou com o educador financeiro Matheus Machado. 

Impostos 

Nos inícios de ano, é forte a presença de impostos, como o IPTU e o IPVA. Em Belo Horizonte, é oferecido um desconto de 5% no pagamento de no mínimo duas parcelas até o dia 21 de janeiro. Já o IPVA, que começa no dia 13 para os carros com placas finais 1 e 2, a redução é de 3% para quem optar pelo pagamento à vista, na data do vencimento do boleto. 

Mas, afinal, vale a pena fazer um esforço para obter esses descontos? Depende. Matheus Machado explica que, no caso de ter um dinheiro aplicado, a decisão de tirá-lo para o pagamento tem que ser analisada em razão de ganho. 

“Se você está na poupança, está na renda fixa, saca o dinheiro e paga à vista, porque 3% de desconto, embora não pareça muito, é muito mais do que você vai ganhar. Agora, se está na renda variável e tem ganhado mais do que 3 nesse mesmo período, aí tudo bem, você pode deixar seu dinheiro lá, mas consciente do risco de uma variação”. 

Compras: no dinheiro ou no cartão? Devo parcelar?

O cartão de crédito costuma ser visto como um vilão para a vida financeira. De acordo com pesquisa da Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC), de novembro de 2019, 78,8% das famílias endividadas mencionaram a modalidade de pagamento como o motivo para estarem no vermelho. 

Contudo, Matheus ressalta que o cartão pode ser utilizado, basta ter organização. A modalidade, inclusive, é apontada por ele como uma forma de obter benefícios, como a troca de pontos por milhas. “Eu gosto do cartão se você tem disciplina e se você utiliza os benefícios que ele pode te oferecer”, explica. 

Outra dica que ele dá é evitar o parcelamento e optar por pagamentos à vista. “Quando a gente fala em à vista e cartão de crédito eu estou dizendo: passe no cartão de apenas uma vez, sem dividir, para que no mês seguinte você já liquide a dívida”. 

No caso de parcelamento, conferir se as prestações vão caber no bolso é fundamental.

Fonte: Itatiaia