Dicas para poupar e investir de forma inteligente

Dicas para poupar e investir de forma inteligente

Buscar estabilidade é uma tarefa constante, em especial em momentos de instabilidade e crise econômica. A questão central é que não são muitas as pessoas que possuem boas estratégias para economizar, poupar e investir dinheiro de maneira eficiente para alcançar o sucesso no campo financeiro.

Ainda que os termos possam parecer semelhantes, eles também são possuem diferenças que devem ser consideradas para estabilizar as finanças.

Economizar, poupar e investir são os 3 principais passos que você deve dar para obter uma vida financeira organizada e bem-sucedida, e para isso é necessário que você entenda a diferença entre esses termos e tenha estratégias inteligentes para cumprir esses passos.

Para que você possa economizar, poupar e investir seu dinheiro de uma forma mais inteligente, separamos as dicas deste artigo. Continue a leitura.

Economizar, poupar e investir: os 3 passos do sucesso financeiro

Para alcançar o sucesso financeiro, os 3 passos mais importantes que você deve dar são os de economizar, poupar e investir seu dinheiro de forma inteligente. Para te ajudar nisso, vamos falar um pouco sobre cada um desses pontos, confira a seguir:

  • Economizar

O primeiro passo que você deve dar para alcançar uma vida financeira mais saudável é, com certeza, o de economizar dinheiro, para então poder poupar e investir os seus recursos.

Não é possível acumular uma quantia financeira considerável, caso você não adote um estilo de vida mais sóbrio e condizente com o seu real padrão financeiro.

Para ser capaz disso, é importante agir de forma a evitar o desperdício de recursos, gastando o seu dinheiro de forma moderada e adotando atitudes que sejam inteligentes e estratégicas.

Algo essencial que você precisa saber, por exemplo, é a quantidade exata de dinheiro que entra e que sai do seu orçamento todos os meses. Ou seja, conhecer em detalhes a sua receita e as suas despesas.

Muitas pessoas até acreditam que possuem esse conhecimento, mas na realidade, é bem raro que alguém de fato tenha esse controle de fato.

Para calcular o valor real da sua receita, por exemplo, você precisa subtrair delas todos as despesas fixas mensais, ou seja, todas aquelas contas que necessariamente você precisa pagar todos os meses.

Nessa equação, você deverá incluir despesas como:

  • Mensalidades escolares dos filhos;
  • Parcelamento do veículo;
  • Prestação de financiamento da casa;
  • Plano de saúde familiar;
  • Seguro de vida;
  • Impostos;
  • Aluguel;
  • E qualquer outro tipo de despesa que não possa ser excluída ou mudada;

Ao conhecer o valor real dessas despesas e subtraí-lo da sua receita, você chega ao número exato do seu rendimento, uma vez que esse é um valor ao qual você nunca poderá de fato ter acesso.

Depois de ter em mãos o valor de fato do seu capital disponível, é hora de economizar e fazer os cortes necessários.

Contas como água, luz, telefone, internet e gás, por exemplo, podem ser reduzidas através de atitudes práticas e com a colaboração de todas as pessoas que moram na casa, além da utilização de materiais com um preço menor e alteração dos planos de telefonia e internet para opções mais em conta.

  • Poupar

O passo seguinte é o de poupar, que apesar de muitos acreditarem ser o mesmo que economizar, na verdade não é a mesma coisa.

Poupar, na realidade, significa, montar uma reserva de dinheiro que esteja disponível para que você a use em momentos de emergência, como, por exemplo, caso você fique desempregado.

E o que fazer para conseguir montar essa reserva financeira? Bem, depois de conhecer melhor a sua realidade financeira, tomando nota de suas despesas e receita e economizar para reduzir essas despesas, tendo mais receita disponível, é hora de guardar o dinheiro que você economizou.

Uma estratégia inteligente para conseguir poupar e investir seu dinheiro é a de estipular um valor mínimo mensal que será guardado e organizar o seu orçamento de forma que seja possível poupar esse valor todos os meses.

Se você precisar ou quiser fazer alguma compra de valor mais alto, deverá pensar bastante sobre a real necessidade dessa compra e planejar para realizá-la.

Se for possível, você pode pensar em alternativas para conseguir um dinheiro extra para fazer esse tipo de compra. Nesse caso, você pode, por exemplo:

  • Fazer um bazar e vender alguns objetos ou roupas que não utiliza mais, mas que estejam em bom estado;
  • Dar aulas particulares, caso você fale algum outro idioma ou toque algum instrumento musical;
  • Vender algo que você mesmo possa confeccionar, como doces e artesanatos;
  • E qualquer outra alternativa para conseguir dinheiro extra.

Assim, você tem mais receita disponível sem comprometer o valor que você vai utilizar para poupar e investir para então formar a sua reserva financeira.

  • Investir

Depois de economizar e poupar, é hora de começar a investir o seu dinheiro de forma inteligente.

Apenas ir juntando recursos de forma indefinida não é o suficiente para obter sucesso financeiro, afinal de contas, é bem provável que assim você demore muito tempo para ter o retorno que deseja. O ideal é poupar e investir esse dinheiro em aplicações financeiras.

Dessa maneira, é muito importante conhecer quais as aplicações financeiras estão disponíveis no mercado e quais delas podem ajudar você a ter mais lucro e alcançar os objetivos que você deseja obter.

Depois de entender as diferenças entre economizar, poupar e investir seu dinheiro, vamos dar algumas dicas de estratégias inteligentes nesse sentido para que você possa alcançar seu sucesso financeiro.

Fonte: Money Times