Propósito de vida é o fator principal para o brasileiro trocar de emprego

Propósito de vida é o fator principal para o brasileiro trocar de emprego

Levantamento realizado entre os dias 14 e 21 de novembro de 2018 pela plataforma Love Mondays revelou que propósito de vida, oportunidades de crescimento e remuneração são os principais fatores levados em conta na hora de trocar de emprego, representando, respectivamente, 29,6%, 28,9% e 24,6% das respostas.

Segundo a pesquisa, das 4.492 pessoas entrevistadas, 70% querem mudar de trabalho e 6% desejam sair do emprego atual para seguir carreira de autônomo ou freelancer. Outros 24% afirmam preferir permanecer onde estão.

Razões adicionais por trás da vontade de mudança vêm por conta da liderança insatisfatória, com 6% das respostas, da baixa qualidade de vida no emprego, com 5,8%, e um ambiente de trabalho ruim, com 5%.

“Já vínhamos percebendo que as pessoas estavam de fato buscando um propósito maior no trabalho, que estivesse conectado com seus valores pessoais”, revela Luciana Caletti, CEO (Chief Executive Officer) e cofundadora da Love Mondays. “Foi muito interessante, porém, verificar que esse fator se sobrepõe a oportunidades de crescimento e remuneração”.

Permanecer no emprego

Aos que responderam que preferem permanecer no emprego atual, o principal motivo, compondo 25,1% das respostas, é a chance de crescimento na empresa. Em seguida, com 18,5%, vem a conexão do trabalho atual com valores pessoais e propósito de vida. Remuneração e benefícios e um bom ambiente de trabalho também aparecem nos destaques, representando, respectivamente, 18,4% e 15,9% das respostas.

Por outro lado, uma parcela de 12,2% revela que preferem ficar no trabalho atual porque acreditam que está difícil encontrar outro emprego.

Fonte: Money Times